Viver com Flores

Sementes de Aquilégia Azul – Aquilegia vulgaris - 50 sementes/pacote - FRETE GRÁTIS

Preço normal R$ 19,90

Atenção: Este produto é enviado direto do exterior para sua casa. Por isso o prazo de recebimento varia de 30 a 90 dias. 

Este produto faz parte da promoção FRETE GRÁTIS.

A aquilégia é uma planta herbácea, perene, florífera e de aspecto delicado e gracioso. Sua ramagem é ereta, ramificada e recoberta por pelos finos e curtíssimos. Ela pode alcançar de 30 a 120 centímetros de altura, de acordo com a variedade. Suas folhas são trilobadas, com folíolos de margens recortadas e arredondadas, de cor verde azulada. A flores surgem na primavera, solitárias ou em pequenos cachos, são eretas ou pendentes, pentâmeras e apresentam cálice vistoso e corola em forma de sino, com um prolongamento afunilado e curvo, semelhante a um esporão em cada pétala. O conjunto de sépalas e pétalas é bastante curioso e bonito.

Deve ser cultivada sob meia sombra ou luz filtrada, em solo permeável, preferencialmente rochoso ou arenoso, alcalino, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Planta típica de clima temperado, a aquilégia é tolerante ao frio. As fertilizações são recomendadas durante o crescimento e a floração. Multiplica-se por sementes postas a germinar diretamente no local definitivo ou em sementeiras para posterior transplante. O florescimento ocorre a partir do segundo ano após o plantio.

Especificações:

  • Grau de dificuldade de cultivo: muito fácil
  • Tamanho médio
  • Nome Científico: Aquilegia vulgaris
  • Nomes Populares: Aquilégia, Aquilea, Aquiléia, Colombina, Erva-pombinha, Luvas-de-nossa-senhora, Soldados
  • Família: Ranunculaceae
  • Categoria: Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Europa
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Como plantar:

  1. Encha um recipiente com uma mistura de solo adequada para germinação de sementes. 
  2. Não é recomendável o uso de solo comum, uma vez que não drenam o suficiente e, assim, as raízes das mudas podem apodrecer.
  3. Plante as sementes. 
  4. Cubra-as levemente com terra, uma fina camada de substrato.
  5. O ideal é manter o solo levemente úmido durante o crescimento inicial, não encharcado até que as sementes germinam.
  6. Após germinar mover as mudas para um lugar e luz solar direta.

Mais desta categoria